raça Charolês

Charolês: saiba tudo sobre essa raça

Quando falamos em raças de gado, não podemos deixar de falar do Charolês. Apesar de não ser uma raça muito popular no Brasil, ela é uma raça importante para outros lugares do mundo. Dessa forma, conhecê-la é importante para apreciarmos sua dimensão.

Sumário

Existem raças e raças de bovinos, cada uma tendo uma importância. Por mais que não pareça, as raças são muito diferentes entre si e cada uma possui características únicas. Um ótimo exemplo disso é a raça que vamos falar a seguir.

Então, seja você criador ou apenas curioso por pecuária, saiba que conhecer a raça que chamamos de Charolês é algo que você não pode perder. Continue a leitura e aprenda sobre a origem da raça, características que o boi possui e claro, a importância dessa raça para nosso país.

Origem da raça Charolês

A origem de uma raça pode ser realizada de duas formas. Em primeiro lugar, uma nova raça pode surgir de forma natural, sendo fruto da evolução de ancestrais e afins. Em segundo, o animal pode surgir através de melhorias genéticas e cruzamentos.

No caso da raça Charolês, a primeira opção é a que se encaixa. Pois, não existe nenhum registro de origem através de cruzamentos com outros animais. A raça teve origem na França, em uma região conhecida como Charolais e Brionais. Esta por sua vez fica em distrito, conhecido como Charolles.

Segundo algumas pesquisas, a raça é Pré-histórica, com alguns registros encontrados até mesmo na Suíça. Mas foi na França, apenas no século 18, que o animal começou a se desenvolver.

Nessa época, os usos eram para fornecer carne e também para tração animal. Afinal, um dos itens que mais chamam a atenção nesses animais são seus músculos. Portanto, ele não consegue depositar gordura na parte superior desses músculos.

Contudo, logo ele começaria a ser usado apenas como gado de corte. Foi no ano de 1920. Quando o animal começou a ter uma melhora na sua qualidade corporal que isso começou.

Apesar de não ter muita gordura em sua superfície, o animal possui muita massa muscular, ou seja, carne.

Chegada no Brasil

Antes de contar sobre a história de sua chegada ao Brasil, vamos contar um pouco sobre suas características. O animal possui uma grande estrutura muscular, o que o torna um ótimo gado para ser criado em pasto. Além disso, o animal possui peito profundo e membros grandes, que o auxiliam a procurar água nos pastos.

Agora sim, podemos falar da chegada do animal ao Brasil. O local onde o animal entrou no país foi o estado do Rio Grande do Sul. Portanto, segundo registros, o Charolês chegou no ano de 1885, no município de Pelotas.

Entretanto, apenas dois animais chegaram e ficaram confinados. Porém, não se tem informações sobre a continuação dos dois animais. Mas algum tempo depois, a raça voltou e começou a fazer sucesso no estado.

Por esse motivo, hoje, o Rio Grande do Sul detém o maior rebanho de Charolês do Mundo. Pois é, mesmo sendo criado em todos os continentes e em quase 70 países, o animal fez sua fama no Brasil.

Os motivos são variados, mas um com certeza influencia nisso: o animal se adapta muito bem a quase tudo. Por exemplo, ele se deu muito bem no continente africano, então passou a ser usado em cruzamentos com outras raças.

Uma das principais que vêm sendo usadas para essa tarefa é a raça Brahman.

O animal da raça Charolês possui um grande valor de mercado e é uma raça importante para todo o setor mundial.

E aí, sabia de tudo isso sobre essa raça? Compartilhe nosso conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.