Saiba tudo sobre a espada-de-são-jorge

Saiba tudo sobre a espada-de-são-jorge

É bem provável que você já tenha visto a espada-de-são-jorge em algum jardim. Seja na casa de uma avó ou na casa de nossos pais, a cultura gira em torno da planta. Além disso, a beleza da planta também chama muito a atenção daqueles que amam a natureza.

Portanto, se deseja saber mais sobre a espada-de-são-jorge, continue a leitura do texto a seguir. Vamos contar tudo sobre a planta e até mesmo sobre como é feito o cultivo da planta.

Espada-de-são-jorge

Em primeiro lugar, vamos explicar de forma simples o que é a espada-de-são-jorge. A planta, que pode chegar a ter mais de 80 cm, é muito popular e muito bonita também. Seu nome tem a ver com a espada usada pelo santo católico Jorge.

As folhas, que parecem uma espada, possuem uma cor verde escura, com algumas pequenas manchas brancas. O nome científico é dracena trifasciata, e além da espada-de-são-jorge podemos citar algumas outras versões da planta.

Uma dessas variações é a chamada espada de Santa Bárbara. Essa por sua vez recebe o nome científico igual à da espada-de-são-jorge como conhecemos. A principal diferença é sua cor, que tende mais para o amarelo.

Além da espada de Santa Bárbara, temos também a chamada lança de São Jorge. Esse subgênero chamado de dracena angolensis é um pouco diferente da espada-de-são-jorge comum. A diferença mais notada são suas folhas de formato diferente e que podem se trançar.

espada-de-são-jorge
espada-de-são-jorge

A espada-de-são-jorge e a cultura

Nosso país possui uma cultura religiosa muito forte, pois diversos itens são tidos como sagrados. Um desses é a famosa espada-de-são-jorge, sendo popular em diversas religiões.

Alguns dizem que deixar a planta embaixo da cama afasta os sonhos ruins. Já para religiões africanas, a espada chama-se espada-de-ogum. O que não falta são histórias lindas que a planta está envolvida.

Como cultivar a planta espada-de-são-jorge em casa

Por último, mas não menos importante, vamos ensiná-lo a manter a espada-de-são-jorge em seu lar. Afinal, o processo de plantio é a parte mais simples. Manter a planta viva é o que gera dificuldades.

Em primeiro lugar, a planta não precisa ser regada com frequência. A rega ideal é de dez em dez dias. Além disso, a planta não precisa tanto de luz solar. Não significa que a planta não goste da luz, mas ela consegue se virar bem longe do sol.

Então, se deseja ter a planta espada-de-são-jorge até dentro de casa, saiba que é possível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.