Gado holandês

Gado holandês: conheça mais sobre a Raça Holandesa

Quando falamos em raças famosas, o Gado Holandês é uma das principais. Nosso país é um dos mais importantes para a pecuária mundial, e o motivo são as raças aqui presentes. Sem elas, a produção eficiente e em grande quantidade não seria possível. Mas nem todos os criadores entendem isso, o que prejudica a produção.

Sumário

A pecuária bovina se divide em 2 eixos importantes. Em primeiro lugar, temos a bovinocultura de leite, que tem como foco a produção leiteira. Para isso, os animais precisam de algumas características fisiológicas básicas. Por exemplo, a precocidade e uma boa reprodução.

Em segundo, temos a produção de bovinos para o corte. Muito importante para nossa economia, assim como a produção leiteira, a bovinocultura também exige algumas características. Por exemplo, a rusticidade e a capacidade de adaptação. Sem isso, fica quase impossível se criar animais para corte no país.

Quando falamos no gado holandês, focamos na produção leiteira. E você vai entender o motivo, com o texto que montamos a seguir. Nele vamos contar sobre a origem do animal, como ele chegou ao Brasil e algumas de suas características fundamentais.

Então, continue a leitura e aprenda sobre tudo isso e muito mais!

1. Raça holandesa: origem do Gado holandês

Quando falamos em gados, entender a origem é fundamental para compreender sobre sua história e características. É no habitat natural que o animal adquire suas principais características e funções. Contudo, devido à importância que essa raça possui, muitas teorias sobre sua origem são criadas.

Uma delas diz que o animal passou a ser usado de forma doméstica, há mais de 2 mil anos. Além disso, a teoria afirma que a raça começou o processo de domesticação em locais com solo plano e pantanoso. Os principais foram a Holanda, Países Baixos e Alemanha. Porém, essas terras eram chamadas de Frísia.

Raça holandesa
Raça holandesa

1,1. Teorias sobre a origem do Gado holandês

Todavia, um pesquisador chamado Prescott, afirma que esses gados eram nativos da região conhecida por Lombardia, na Itália. Mas ainda existem teorias que afirmam que esse animal já era retratado na Grécia antiga.

Cada território possui uma versão sobre a raça Holandesa. Entretanto, hoje ela é usada em todo o mundo por sua grande capacidade produtiva. No Brasil, não se sabe ao certo quando a raça chegou ao país.

A principal teoria afirma que o animal chegou ao país entre os anos de 1530 e 1535. Nesse período, o país era dividido entre capitanias hereditárias. Portanto, ocorria uma divisão de terras e os “donos” dessa terra usavam-na para criar gados. Por esse motivo, presume-se que uma das raças era holandesa.

2. Características da raça holandesa

Sabe aquelas lindas vacas malhadas que vemos em filmes, ela é inspirada na raça de gado Holandês. Uma raça muito querida pelos criadores, ela possui qualidades que a tornam ideais para a produção leiteira. Por isso, ela possui uma população mundial enorme, que passa dos 226 milhões de animais.

Vaca Holandesa
Vaca Holandesa

Contudo, isso só foi possível com técnicas de melhoria genética. Dessa forma, o gado foi se tornando cada vez mais resistente, e hoje é um dos mais importantes para o Brasil. Uma das raças mais importantes que temos é a Girolando. E ela é o resultado da mistura entre o gado Holandês e o gado Gir.

A raça holandesa possui como característica principal seu grande porte. Pois, o macho atinge 1 tonelada e as fêmeas 600 quilos. Outro ponto importante é a precocidade: a primeira gestação ocorre entre 16 e 18 meses. Além disso, a gestação dura cerca de 280 dias e os bezerros nascem com 38 quilos.

Outro ponto interessante é que no Brasil existe a ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CRIADORES DE BOVINOS DA RAÇA HOLANDESA a ABCBRH, com um vasto material e serviços sobre a raça.

Por fim, o item que mais chama a atenção são as cores malhadas que esses animais possuem. Com cores pretas e brancas, essa é a principal característica do animal.

E você, sabia de tudo isso sobre essa raça? Compartilhe com seus amigos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.